{ do desmascarar }


- como vai ser o teu carnaval ?
como habitualmente
desmascarando-me

.

 FM




Depus a máscara e vi-me ao espelho. —
Era a criança de há quantos anos.
Não tinha mudado nada...
É essa a vantagem de saber tirar a máscara.
É-se sempre a criança,
O passado que foi
A criança.
Depus a máscara, e tornei a pô-la.
Assim é melhor,
Assim sem a máscara.
E volto à personalidade como a um términus de linha.

Álvaro de Campos, in "Poemas"
Heterónimo de Fernando Pessoa
imagem retirada do google

Comentários

  1. Não conhecia. Gostei.
    um beijinho e um bom Domingo
    Gábi

    ResponderEliminar
  2. Prima Fê.
    Se a máscara é bonitos, se assenta bem na cara para quê mudar?

    AG minha assenta-mne na perfeição

    ResponderEliminar
  3. Alguns desejam esconderem-se através de máscaras outros a retiram para mostrar a sua personalidade.
    Palavras bem reflexivas!
    Bjs Fê.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar

  4. As máscaras são (infelizmente) necessárias.
    Só as crianças não precisam delas para sobreviver...

    Beijinho na tua pele de criança
    (^^)

    ResponderEliminar
  5. Maravilhoso querida amiga, palavras cheias de reflexão,desejo-lhe uma semana muito feliz beijinhos no coração

    ResponderEliminar
  6. :) ... Achei curiosa e muito realista, com verdade, essa tua nota de "tirar a máscara" , "desmascararmos-nos" ! :) ...
    Se na realidade atentarmos bem, a maior parte do tempo andamos mascarados, de um ou outro modo ! ... Muitas vezes, um mal necessário, infelizmente ! ... mas isto não é uma crítica. Antes uma constatação, baseada na realidade de todos nós !
    Tal como Cristo perguntou sobre Madalena, também eu pergunto : "Quem não se mascara vezes sem conta, que acuse os outros" ! :)

    Vamos então tirar a máscara ! rsrs

    A música, claro, linda e a imagem muito explícita ! :)

    Beijinhos, Fernanda. :)

    ResponderEliminar
  7. Maravilhoso poema que desconhecia.
    Máscara? não costumo usar, sou como sou e penso não precisar dela.

    Beijinhos Fê

    ResponderEliminar
  8. Belíssimo post, alusivo ao Carnaval... como sempre... com uma selecção imbatível, de palavras e partilhas... perfeitas!
    Uma delícia de se apreciar!...
    Beijinho, Fê! Feliz semana, e um óptimo Carnaval!
    Ana

    ResponderEliminar
  9. Fantástico!! Parabéns

    Beijo-Bom Carnaval

    ResponderEliminar
  10. Se todas as máscaras fossem tiradas a escopro e martelo, aposto que todas as pessoas se mostrariam tal qual são:
    autênticas e genuínas.
    Gostei muito desta versão de My Way. Estive sempre a ouvir enquanto aqui estive.

    Beijinhos e as tuas melhoras!

    ResponderEliminar
  11. Onde talvez alguns de nós, gostássemos ou gostemos de mudar a nossa personalidade, ou sermos aquilo com que nos identificamos na realidade !

    ResponderEliminar
  12. Fantástico!

    r: Obrigada e igualmente*

    ResponderEliminar
  13. Boa noit amiga!
    Lindo e nos emociona!
    Bjus

    ResponderEliminar
  14. Do escrito gosto muito.
    Do Carnaval não gosto nada.
    Beijinhos, boa semana

    ResponderEliminar
  15. Lindo o poema. Eu gosto do Carnaval. Foi gosto que me ficou da infância, que meu pai, amante do carnaval me passou. Mas não gosto como ele de participar. Gosto de ver as crianças felizes com suas máscaras, de ver os cortejos, das músicas alegres.
    Abraço carnavalesco

    ResponderEliminar
  16. E tantas vezes a vida é um baile de máscaras...

    Um beijinho, querida Fê :)

    ResponderEliminar
  17. Querida amiga
    Besta época, mais do que em qualquer outra do ano, usa-se e abusa-se de máscaras...
    E se é verdade que muitas vezes a tiramos, não é menos verdade que muitas vezes somos obrigados a usá-la - até por questão de piedade...
    Muito bem escolhido o poema de Pessoa para a época que atravessamos.

    Re: Não há qualquer confusão, eu frequento a Dom Sancho, em Escrita Criativa. As aulas são na Secundária de Cacilhas, o que me dá muito jeito porque moro aqui perto. Também pensei nas aulas de Poesia, mas a sede fica-me muito fora de mão... e agora com as sessões de fisioterapia... pior ainda.

    Votos de uma semana muito feliz.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderEliminar
  18. Boa tarde Maria Fernanda.
    Uma bela reflexão, acho que só coloca mascaras que quer ser o que não é, ou esconder o que realmente seja. Uma linda semana. Enorme abraço.

    ResponderEliminar
  19. Belíssimo poema de Álvaro de Campos.
    Não há nenhuma máscara que possa trazer a beleza de ser quem tu és.

    Beijos e um ótimo feriado.

    ResponderEliminar
  20. Excelente para assinalar uma data que é do agrado de muitos!
    Gosto do poema ... e adorei a imagem!
    ...
    Quanto à tarte que inventei ... usei a medida de iogurte grego!
    Se fizer ... use duas medidas de açúcar mal cheias!
    O pão ralado e a aveia são da mais fina!
    Bj amigo e parabéns pelo encanto do novo blog

    ResponderEliminar
  21. Obrigada Fernanda Maria pela visita ao meu espaço! Vim retribuir e deparo-me com Álvaro de Campos! Mesmo próprio para a ocasião! Todos nós usamos máscaras, uns perdem-se na quantidade delas, outros, usam-nas apenas porque é necessário, para se proteger. Entre uns e outros, há grandes diferenças!

    Então, encontrou lá o Álvaro Cunhal? Talvez dê ideias, sim...fez-me sorrir. O político era muito mais charmoso e bonito! Beijinho e Bom Carnaval! :-)

    ResponderEliminar
  22. Muito bem chamado o poeta pela poetisa. Um post muito bem estruturado, na imagem e nas palavras.
    Festivais e Carnavais podem ter, ou têm, o mesmo lado pretensamente oculto.
    O doloroso desmaquilhar de uma face pode desenvolver uma tempestade fatal.

    Bj.

    ResponderEliminar
  23. Querida amiga,

    Eu também acredito na nudez de Ser, muito mais simples.
    Certo que é sempre enfatizado a importância das máscaras
    como defesas, eu acho que a autenticidade é o melhor
    caminho para tudo!...
    Sempre maravilhoso a harmonia das tuas escolhas (imagem, música e poema do Pessoa)
    com o teu belo poema; original e reflexivo.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  24. Só uso fantasia, mesmo no Carnaval.
    Mascaras não uso nunca.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  25. Fantástico poema de Álvaro de Campos.
    Poema pra uma boa reflexão. Gostei imenso de passar aqui.
    Boa semana!
    Um abraço!

    ResponderEliminar
  26. Uma maravilha esta desconstrução do Carnaval.
    Adorei!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  27. Um escorrer de sabedoria aqui.

    Beijinho Fernanda Maria😘

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

o melhor lugar para tocar alguém será sempre o coração.

obrigada por estarem desse lado.

bem-vindos !

Os tempos actuais não têm sido fáceis em todo o mundo, mas é importante lembrar que mesmo no meio de tantas notícias tristes, sempre encontramos actos de solidariedade, bondade e amor ao próximo. Por isso, escolhi esta canção com votos de esperança num mundo melhor.