{ da felicidade }


-oi,alguém viu a felicidade por aí ?
FM



És precária e veloz, Felicidade.
Custas a vir e, quando vens, não te demoras.
Foste tu que ensinaste aos homens que havia tempo,
e, para te medir, se inventaram as horas.

Felicidade, és coisa estranha e dolorosa:
Fizeste para sempre a vida ficar triste:
Porque um dia se vê que as horas todas passam,
e um tempo despovoado e profundo, persiste.

Cecília Meireles 


*

Comentários

  1. Amei!
    Lindo e reflexivo.

    Ela a felicidade passeia no colo do tempo
    sorrir de soslaio
    nos atiça a esperança,
    Depois
    nos faz compreender
    que por ser tão bela
    não é deste mundo.

    Beijinho moça querida.

    ResponderEliminar
  2. Simplesmente lindo este poema da Cecília
    Felicidade é coisa estranha, é o que sinto.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Belíssima partilha querida amiga ,desejo-lhe uma noite muito feliz e um maravilhoso amanhecer ,muitos beijinhos no coração.

    ResponderEliminar
  4. Gostei. Cecília Meireles é uma das minhas poetisas preferidas.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  5. Gostei da poesia!E estou num lugar de felicidade, o mar! bjs praianos,chica

    ResponderEliminar
  6. Olá, querida Fê!
    A felicidade tão sonhada e, muitas vezes, experimentada...
    Bjm fraternal

    ResponderEliminar
  7. Pois é Fê, quanto custa e onde se encontra esta tal felicidade.
    Linda Cecilia nesta inspiração da felicidade.
    Bela partilha.
    Bjs

    ResponderEliminar
  8. Oi amiga!
    Lindo poema...
    Bjus

    ResponderEliminar
  9. Que maravilha de poema!!
    Obrigada pela partilha

    Beijos
    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  10. Quando existes, Felicidade... Devemos-te aproveitar ao máximo!
    Bom fim de semana.
    bjs

    ResponderEliminar
  11. Lindas palavras de Cecília Meireles.
    Bjs Fê e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  12. A escolha é perfeita Fernanda!
    Eu penso que de louco ... tolo e feliz ... todos temos um pouco!!!
    Bjoca

    ResponderEliminar
  13. A felicidade são momentos...adorei!

    ResponderEliminar
  14. A Felicidade escondeu-se dentro do coração do homem, e ele teima em busca-la fora de si...

    Bjos

    ResponderEliminar
  15. Bom dia Fernanda
    Um lindo poema,maravilhosa partilha. Felicidade está pertinho de nós,o problema é que as vezes nen percebemos e quando ela vai embora é que nós damos conta de como éramos felizes rsrs Um lindo fds muito feliz. Grande abraço.

    ResponderEliminar
  16. Temos de encontrar a felicidade nas pequenas Grandes coisas do nosso dia a dia.
    Lindo poema!
    Bom fim de semana
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  17. Dizem que ela está onde a colocamos, as vezes a memória falha e a perdemos.
    Bela escolha.
    Beijinhos,
    Léah

    ResponderEliminar
  18. Dizem que ela está onde a colocamos, as vezes a memória falha e a perdemos.
    Bela escolha.
    Beijinhos,
    Léah

    ResponderEliminar
  19. Felicidade, Prima Fê, às vezes,és está ali é só ir busca-la mas esperamos que ela venha ter connosco. E não vêm.
    Kis :=}

    ResponderEliminar
  20. Não podemos desistir da nossa!

    r: Verdade :)
    Obrigada e igualmente*

    ResponderEliminar
  21. Ser feliz não é nada fácil.
    Mas estar feliz está mais ao nosso alcance.
    Bom fim de semana, amiga Fernanda.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  22. A felicidade conquista-se, é com esse tempo que ela aparece.
    Estimo a minha.
    Bjs

    ResponderEliminar
  23. Gosto demais de Cecília Meireles, é tão pé no chão, diz o que quer com tanta simplicidade! E verdades incontestáveis.
    Beijo, querida amiga.

    ResponderEliminar
  24. Não conhecia o poema, gostei.

    ResponderEliminar
  25. A felicidade é mesmo estranha e tão diferente para todos nós.
    Surgiu agora na minha cabeça um questão que me deixou a pensar: se não se falasse e não se conhecesse a felicidade, será que seríamos tristes ou felizes sem saber?
    Só um excelente poema nos leva além das letras e este fê-lo totalmente comigo!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  26. A felicidade às vezes passa tão de mansinho... que nem se dá por ela...
    Antes de falecer o meu pai, disse-me uma coisa, que nunca esqueci: Fui tão feliz, e mal dei por isso!...
    A partir daí... comecei a olhar para a felicidade... com mais atenção... nas coisas mais simples e insignificantes... que é onde ela mora...
    Acho que o poema de Cecília também traduz isso mesmo!...
    Beijinhos! Boa semana!
    Ana

    ResponderEliminar
  27. Eu vejo-a de vez em quando e é tão doce!
    beijinho

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

o melhor lugar para tocar alguém será sempre o coração.

obrigada por estarem desse lado.