domingo, 5 de janeiro de 2020

{ Os quatro amigos }


Olhos sem brilho,
Pálpebras caídas,
O peito aperta o coração.
A motivação se esconde.
O sono não vem.
O apetite não aparece.
Sorrisos que não se mostram.
Lágrimas incontidas.
Aquela dor de cabeça.
Aquele peso no pescoço.

Os pensamentos se agitam. 
Os sentimentos se turvam.
A razão fica sem razão. 

 A saudade que machuca.
A preocupação com o amanhã.
A ansiedade pela solução.
A hipertensão pelo stress
A doença que dói.
Os problemas da vida.
A dor pelo fim da vida.
O desprezo e o preconceito.
A solidão e a angústia.
A depressão... 

 Se você está assim,
Sugiro que saia correndo.
Corra muito, muito rápido.
Corra até o fôlego acabar.
Esconda-se atrás de um arbusto
Em um lugar isolado e escuro.
Melhorou? Não?!
Escutou uma risada?!
Olhe para o lado.
Tem alguém rindo de você.
É a tristeza.
Isso mesmo, a tristeza está rindo!
Você não pode fugir dela.
Ela nem está ofegante! 

 Fique em silêncio.
Ouviu um choro bem baixinho?
Olhe para o outro lado.
É a alegria chorando.
Você também não pode fugir dela.
Nem ela de você.
Por que ela está chorando?
Porque ela pensa que você está fugindo dela.
Porque você só olha para a tristeza. 

 E agora?!
Você está confuso?
Apresente-se às duas.
Pergunte seus sobrenomes.
Apresente uma à outra.
Desista de correr.
Viva este momento.
Só este momento.
Tornem-se amigos.
Fique em silêncio de novo.
Observe.
Tem mais alguém...
Chorando com a alegria,
Rindo com a tristeza.
Aproxime-se.
Apresente-se.
Pergunte o seu nome.
Agora chore ou sorria.
Você conheceu a paz. 


 Ricardo Esteves




quarta-feira, 1 de janeiro de 2020

MOODY - 15/11/ 2000 - 31/12/2019


Em Outubro 2009  criei o blogue I love cats  para fazer uma homenagem a uma amiga querida, a minha gatinha Moody e obviamente também a todos os outros gatos, uns seres puros e especiais que passei a admirar  e a respeitar ainda mais assim que a adoptei.

Fez parte da minha vida e da minha família durante 19 anos, partiu esta noite. Neste momento sinto dor e uma ausência tão profunda que as palavras não conseguem transmitir.

Ficam aqui as imagens  dela que quero sempre recordar , linda, doce, traquina e cheia de personalidade. Foi até ao fim foi uma guerreira.

FM














                                                                           




*

segunda-feira, 30 de dezembro de 2019

{ 2019 / 2020 }

uma vida adiada
uma estrada batida
um pedaço de nada
uma sorte bandida

uma dor arrastada
uma lágrima caída
uma voz algemada
uma alma esquecida

uma prece divina
um abraço apertado
um olhar se ilumina
um presente esperado

uma luz penetrante
um olhar esperançoso
um mudar num instante
um futuro orgulhoso

uma fé persistente
uma rosa se abrindo
uma estrela cadente
ano novo, bem-vindo!



FM


* foto minha